Skip to content

A sutil sensibilidade de Ian Ramil

março 15, 2012

Ian Ramil é música nova, cheia daquele frescor corajoso (e encorajante) de quem embasa a criação nos alicerces do passado e ao mesmo tempo não se apega a ele, buscando uma linguagem musical atual e instigante, impregnada de personalidade.

Composição, arranjos, interpretações – tudo parece tão bem cuidado e calculado quanto espontâneo e natural. A voz passeia dos graves abissais aos agudos estratosféricos. As letras são sagazes, inteligentes: vão direto ao ponto, precisas; fazem rodeios imaginários, líricas. Cutucam, deleitam, instigam o ouvinte. Falam de si, falam dos outros, falam de ti, falam por todos. Falam de tudo ou de nada, mas falam sempre. E falam bem.

Ian Ramil é refinamento grosseiro, grosseria refinada. Crueza macia, cozimento que rasga.

Ian Ramil tem 25 anos e mora em Porto Alegre, mas o que realmente importa é que Ian Ramil é música nova, é música própria de Ian Ramil.Começou a carreira solo em dezembro de 2010, no Teatro de Camara Túlio Piva. Em 2011 fez shows em Porto Alegre (Opinião, Teatro Renascença e mensalmente no Paraphernalia), no Rio de Janeiro (Centro Cultural Carioca), em Pelotas, (Festival Satolep Circus).

No Grito Rock Pelotas Ian vai de trio, com Guilherme Ceron, no baixo e Nataniel Mello, na bateria. Uma amostra de seu trabalho pode ser conferida no MySpace. Ian toca no dia 17/03, sábado, às 21hrs.

Anúncios

From → Grito Rock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: